Resenha: Star Wars: Herdeiro do Jedi de Kevin Hearne

Título: Star Wars: Herdeiro do Jedi
Autor: Kevin Hearne
Gênero: Ficção Científica 
Editora: Aleph
Páginas: 320 
Ano: 2016
Classificação: 3 de 5
Sinopse: A Guerra Civil Galáctica segue após a destruição da Estrela da Morte e Luke Skywalker se esforça para aprender mais sobre a Força sem a ajuda de Obi-Wan Kenobi – ou de fato sem nenhuma ajuda. Mas as poucas memórias que ele tem das instruções de Obi-Wan apontam a direção para um maior controle da Força, e ele é encorajado para perseguir isso por um novo amigo na Aliança. Quando Luke, R2-D2 e seu novo aliado recebem a missão de liberarem uma pessoa do Império e entregando-a em um planeta seguro onde ela pode ajudar a Aliança, a jornada deles pela galáxia é cheia de perigos – e oportunidades para Luke descobrir os mistérios da Força.

Olá pessoal, tudo tranquilo? 

Herdeiro do Jedi nos coloca dentro da cabeça de Luke Skywalker. Narrado em primeira pessoa conseguimos perceber todas as dúvidas, medos e desejos de Luke.

Situado logo após Uma Nova Esperança, temos um Luke tentando se encontrar dentro da Aliança. Desconfortável com fato de ser o herói da batalha de Yavin. Ainda procurando entender o fardo que Obi-wan deixou para ele.

A trama do livro envolve o resgate de uma das melhores criptógrafas da Galáxia, cujo nome é Drusil. Ela aceita deserdar do Império para trabalhar para Aliança em troca da segurança de sua família.

Além de Luke e seu inseparável R2D2, Herdeiro do Jedi nos apresenta a atiradora de elite, Nakari Kelen. Ela é uma personagem muito divertida e forte, sem soar forçado.

Resenha: A Primeira Chance e Mais Uma Chance de Abbi Glines

Título: A Primeira Chance 
Autora: Abbi Glines 
Séries: Rosemary Beach #7 / Chance #1
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
Gênero: Romance, Hot, Drama. 
ISBN: 978-85-8041-459-2
Páginas: 222
Classificação: 3 de 5
       
Sinopse: Harlow é uma jovem incomum. Filha de um astro do rock, a garota bonita e inocente nunca se aproveita da fama do pai e prefere levar uma vida sossegada. Mas seus dias de tranquilidade terminam quando ele sai numa longa turnê de nove meses e ela vai passar esse tempo na Flórida com sua meia-irmã Nan. O problema é que Nan a odeia. Acostumada a ser o centro das atenções, ela morre de inveja de Harlow, que, além de ser a queridinha do pai, atrai os olhares masculinos por onde passa. Harlow não entende por que Nan a maltrata tanto, mas acha melhor se esconder atrás de seus livros e passar o maior tempo possível no quarto para não correr o risco de provocar sua ira. Porém seus planos vão por água abaixo quando ela esbarra com Grant Carter de cueca na cozinha. Grant cometeu um erro terrível ao passar uma noite com Nan, sua ex. Ela conhece seus pontos fracos e sabe seduzi-lo, mas ele se arrepende por ter caído em tentação. E logo no dia em que conhece Harlow, a garota que faz seu coração acelerar. Grant está desesperado para conquistá-la, mas será que destruiu suas chances antes mesmo de conhecê-la? Só o que Harlow quer dele é distância. Afinal, que tipo de pessoa se envolveria com uma criatura amarga feito Nan?  Depois do sucesso das histórias de amor de Blaire e Rush, Woods e Della, Abbi Glines volta a Rosemary Beach para narrar o romance entre o playboy irresistível Grant Carter e Harlow Manning, a moça ingênua que roubou seu coração.

Hey leitores! Como vocês estão? Eu estou com o humor maravilhoso após ler mais um romance fofo da Glines, ô mulher especialista em nos tirar das famosas "ressacas literárias". Obrigada, Glines! 

Hoje vou falar de A Primeira Chance, o primeiro livro da série Chance, que faz parte da série Rosemary Beach (sim, é isso mesmo que vocês leram, uma série dentro de outra série, rs...). É a história do casal, Grant Carter e Harlow Manning. 

Grant é o meio-irmão do Rush, Harlow é a meia-irmã da Nan (que também é meia-irmã do Rush). A diferença é que Grant é irmão de "consideração" do Rush (o pai do Grant foi casado com a mãe do Rush (a Georgianna), foi aí que eles criaram o vínculo de amizade, de irmãos. 

Já Harlow e Nannette, são filhas do "mesmo pai", Kiro Manning, o vocalista da "maior banda de rock do mundo", a Slacker Demon, mas tem mães diferentes (a mãe da Nan também é a Georgianna, e da Harlow é o primeiro e único amor do Kiro, a Emily). 

É uma confusão, mas depois que você conhece a história de todos, fica fácil entender tudo. Prometo! Rs... E é nesse meio que acontece a mais improvável história de amor da série Rosemary Beach. 

- Não, está tudo bem. Eu só ia esperá-lo para jantar, se você fosse ficar por aqui. Se for sair, vou comer um sanduíche no meu quarto.
Kiro balançou a cabeça.
- Não gosto disso. Você passa muito tempo trancada lá. Não leia mais nada hoje. Grant está aqui e precisa de companhia. Ele é gente boa, converse um pouco com ele. Vocês podem até jantar juntos enquanto Nan não chega.
Harlow enrijeceu e finalmente olhou na minha direção, mas apenas por um instante.
- Acho melhor não.
- Vamos lá, não seja malcriada. Grant é um amigo da família. Ele é irmão do Rush. Jante com ele.
Harlow endireitou a postura e evitou fazer contato visual comigo.
- Ele não é irmão do Rush. Se fosse, seria ainda mais nojento por estar dormindo com Nan. (Pág. 9)

5 Coisas Para se Amar em Gilmore Girls


No dia 1º de Julho teve muita gente por aí na internet que pegou para ver Gilmore Girls, pois finalmente a série entrou no catálogo da Netflix. Fazia um tempo que eu queria ver a série e sempre enrolava por conta do tamanho da série, mas nada como ver a série ao mesmo tempo que outras pessoas ♥

Esse gif é uma definição rápida do que é Gilmore Girls!

Vem conferir 5 coisas para se amar na série!

Na Caixinha do Correio da Andresa #43

Oi pessoal, como estão? Faz tempo que não fazemos essa postagem, porque agora costumamos postar o que recebemos no nosso Instagram, mas como nem todos tem perfil lá, resolvi mostrar minhas últimas comprinhas e livros que recebi.


Recebi de Editoras

Kit de A Fúria e a Aurora da Globo Alt que veio com livro e almofada personalizada. Já li e resenhei o livro aqui. (Super recomendo)


Kit de Coração Perverso, também da Globo Alt, com livro, dois marcadores e ecobag personalizada. Lindo o kit! Já li e resenhei aqui.


Comprei

Comprei o livro The Kiss of Deception numa promoção muito boa no Submarino (ficou por R$19,94 com frete). O livro vem com um pôster que de um lado é a capa do livro e do outro um mapa de onde se passa a história, além de um marcador! O livro é lindo, com capa dura, bom acabamento... Espero ler em breve (e espero conseguir resenhar rs).


Resenha: O Leão Ferido de Mia Sheridan

Título: O Leão Ferido 
Série: Signos do Amor
Autora: Mia Sheridan
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance
Ano: 2016
ISBN: 978-85-8041-489-9
Páginas: 232
Classificação: 3  de 5
Sinopse: Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Esta história se baseia na mitologia de Leão e fala sobre as segundas chances que a vida nos dá. Leo se apaixonou por Evie quando os dois ainda eram crianças, no lar adotivo temporário em que viviam. No futuro difícil que parecia guardado para ele, a única certeza de seu coração era que nada jamais o afastaria daquela garota. Mas, na adolescência, ele foi adotado e teve que se mudar para outra cidade. Durante oito anos eles ficaram afastados contra a vontade e, nesse tempo, Leo precisou superar muitos obstáculos – sobretudo os problemas criados pela mãe adotiva – para se tornar o homem que merecesse Evie e pudesse finalmente buscá-la. O reencontro, porém, não foi fácil e Leo teve que se esforçar para se reaproximar de Evie, reconquistar seu amor e, com sua ajuda, deixar para trás toda a tristeza de uma infância de abandono. Em O Coração do Leão, Evie narrou seu lado desse romance. Agora, em O Leão Ferido, é a vez de Leo contar tudo o que lhe aconteceu e revelar o desfecho dessa história de amor.

Hey leitores! Como vocês estão, muitas leituras?!

Eu, estou me atualizando nas resenhas, pois pretendo ir à Bienal do livro em São Paulo, e também farei outra viagem depois, ou seja, vou ficar uns 15 dias ausente, praticamente sem ler e sem resenhar... Então se der tudo certo, vai ter "surra de resenha", como dizem por aí, rs... Vamos lá?! 

Recebi da Editora Arqueiro o terceiro livro da série Signos do Amor (A Sign of Love), O Leão Ferido (Leo's Chance, é o título original), da Mia Sheridan. 

Aqui no Brasil ele foi lançado como o terceiro livro da série, no original ele foi o segundo livro, estou esclarecendo pois muitas pessoas perguntam, mas como eu sempre digo, apesar de ser uma série, essa informação é irrelevante, são histórias singulares, elas não se entrelaçam em nenhum momento. Eu acredito que a autora quis lançar como uma, simplesmente pela relação com os signos do zodíaco, cada livro é inspirado nas características de um signo, O Leão Ferido, assim como o primeiro livro, O Coração do Leão (resenha aqui) por exemplo, remete, é claro, ao signo de Leão. 

O leão ferido é a mesma história de O coração do leão, sendo que pelo ponto de vista do mocinho, o Leo. Eu confesso que gostei bem mais desse, que do primeiro narrado por Evie. Acho que saber dos reais motivos por trás das atitudes do Leo, foi bem mais confortável na leitura deste. Mas antes que pensem que é somente uma releitura, saibam que além das passagens que conhecemos só que pelo pov (point of view) do Leo, também temos em detalhes, as motivações dele, que é o que ansiamos por saber no livro anterior.
Related Posts with Thumbnails