Sessão Pipoca: Logan


Título Original: Logan
Título Nacional: Logan
Elenco: Hugh Jackman, Patrick Stewart, Dafne Keen, Doris Morgado, Boyd Holbrook, Stephen Merchant, Elizabeth Rodriguez, Richard E. Grant. 
Direção: James Mangold
Gênero: Ação, Drama, Ficção Científica
Duração: 135 minutos
Estreia: 2 de Março de 2017
Nota: 4 de 5
Sinopse: Situado em 2024, Logan e o Professor Charles Xavier devem lidar com a perda dos X-Men, quando uma corporação comandada por Nathaniel Essex está destruindo o mundo. Com as habilidades de cura de Logan lentamente desaparecendo, e com um Xavier sofrendo de Alzheimer – e esquecendo de praticamente todo seu passado – Logan travará uma batalha mortal para derrotar Nathaniel Essex com a ajuda de uma jovem chamada Laura Kinney, clone feminina de Wolverine.

Adaptado da HQ Velho Logan (Old Man Logan), a historia se passa em um futuro alternativo onde os X-MEN estão mortos e poucos mutantes vivos restaram. O peso da idade e os conflitos internos relacionados a culpa que Logan sente pela morte dos X-MEN fazem com que o personagem deixe para trás seus dias como herói. Mas tudo muda quando uma enfermeira reconhece Logan como Wolverine e tenta convence-lo a ajuda-la a salvar sua "filha" .

Lançamento de Abril da Faro Editorial: O verão em que tudo mudou

Oi pessoal, como estão? Não costumo fazer postagem de apenas um lançamento aqui no blog, mas recebi um e-mail do próximo lançamento da Faro e fiquei tão apaixonada com o capricho que a editora  teve com o livro, que eu PRECISEI, fazer essa postagem especial do livro.


Eu estou falando de "O verão em que tudo mudou" dos autores nacionais Vinícius Grossos, Thaís Wandrofski Damásio e Gabriela Freitas. O livro chega às livrarias em abril e já está em pré-venda  na Saraiva (cliquem aqui para adquirir). Vamos conhecer um pouco mais sobre esse livro que eu mal conheço, mas já considero pacas?


A vida às vezes guarda inúmeras surpresas. E, sem avisar, ela muda de direção.

Resenha: Guerra do Velho de John Scalzi

Título: Guerra do Velho
Autor: John Scalzi
Gênero: Ficção Cientifica   
Editora: Aleph
Páginas: 368
Ano: 2016

Compare preços
Classificação: 5/5
Sinopse: A humanidade finalmente chegou à era das viagens interestelares. A má notícia é que há poucos planetas habitáveis disponíveis – e muitos alienígenas lutando por eles. Para proteger a Terra e também conquistar novos territórios, a raça humana conta com tecnologias inovadoras e com a habilidade e a disposição das FCD - Forças Coloniais de Defesa. Mas, para se alistar, é necessário ter mais de 75 anos. John Perry vai aceitar esse desafio, e ele tem apenas uma vaga ideia do que pode esperar. "Guerra do Velho" é frequentemente comparado a um dos maiores clássicos da ficção científica: Tropas Estrelares, de Robert Heinlein. O próprio Scalzi já confirmou que Heinlein é uma das suas maiores influências e que a obra foi escrita seguindo os princípios que ele acredita serem próprios da escrita do autor que tanto admira. Scalzi é um dos principais nomes da ficção científica contemporânea. Ganhador dos prêmios Hugo e Locus, o autor conquistou público, crítica e mercado. Em fevereiro de 2015, fechou um contrato com a editora Tor Books de cerca de $3,4 milhões, para publicar 13 livros nos próximos 10 anos. O canal SyFy está produzindo uma série de TV – chamada Ghost Brigades – como adaptação do livro, e a Paramount já comprou os direitos para levar a história para as telas do cinema.

Olá pessoal, tudo tranquilo? John Scalzi já é um autor reconhecido lá fora e está sendo descoberto por nós. Com os prêmios Hugo e Locus na bagagem, o homem não é qualquer um. 

Acho essa iniciativa da Aleph de publicar alguns escritores de sci-fi atuais ótima, até porque não dá pra se viver pra sempre com relançamentos de Asimov e Clarke.

Guerra do Velho é um livro de ficção cientifica militarista. Nele a terra já começou a colonizar outros planetas e acabou encontrando outras raças alienígenas, algumas amistosas e outras irascíveis. Nesse contexto, quem cuida das colônias humanas e de todo o aparato militar no espaço são as Forças Coloniais de Defesa (FCD). O protagonista, John Perry, é um senhor de 75 anos que se alista para combater nas fileiras da FCD. Falar mais que isso é spoiler.

Lançamentos de Março: Editora Aleph

Oi pessoal, tudo tranquilo? A Editora Aleph está com três  lançamentos super interessantes para esse mês. Vamos conferir quais são?? Não esqueçam de dizer por qual vocês mais se interessaram!!!


NÓS - Iveguéni Zamiátin: Um governo totalitário, chamado Estado Único, supostamente pelo bem da sociedade, privou a população dos direitos fundamentais como o livre-arbítrio, a individualidade, a imaginação, a liberdade de expressão e o direito à própria vida. As pessoas não possuem nomes, mas sim números, e o Estado dita os horários de trabalho, de lazer, de refeições e até de sexo. Nesse mundo completamente mecanizado e lógico, conhecemos a história de D-503, um engenheiro que vive pleno e feliz (exatamente como ordena o grandioso Estado Único), mas começa a duvidar das próprias convicções ao conhecer uma misteriosa mulher que comete a ousadia de burlar regras, e que o contamina com a doença chamada imaginação.

5 Chick-lits clichês, mas nem tanto...


Quando procuramos por um chick-lit, já sabemos muito bem o que queremos. Tranquilidade, momentos leves e divertidos, um drama não tão drama assim, uma história que nos prenda mas que não seja tão complexa ou exija muito esforço. Para aqueles dias estressantes em que só precisamos relaxar, para desanuviar a mente de uma leitura muito densa, para se distrair, fazer uma pausa ou só porque gostamos mesmo. Claro que tem que ter, sim, umas reflexões no meio também, mesmo que decidamos ignorá-las. E queremos certo clichê também, afinal, clichê é confortável. Mas também pode ser um pouco irritante, às vezes. Então, trago indicações de ótimos livros nesse gênero, com algum diferencial em relação ao que geralmente se vê. Já li bastante chick-lit e estes foram os que me marcaram por serem clichês, mas nem tanto.


1. Uma Pitada de Amor - Katie Fforde

Começando com um livro que une romance (esse nunca pode faltar) e culinária. Zoe Harper é uma chef brilhante e encantadora, que sonha poder abrir sua própria delicatessen. Para isso, ela entra em um reality show de culinária, ao estilo masterchef. Além de descobrir que ganhar a competição vai muito além de cozinhar bem, Zoe acaba se apaixonando por um dos jurados. É uma delícia essa história. Achei um diferencial bem legal que foi mostrado muito sobre culinária e como, de um jeito bem leve e gostoso. Tudo na medida certa.
Related Posts with Thumbnails