Resenha: Perdido em Marte de Andy Weir

Título: Perdido em Marte
Autor: Andy Weir 
Gênero: Ficção Científica 
Editora: Arqueiro
Páginas: 335
Ano: 2014
Sinopse: Há seis dias, o astronauta Mark Watney se tornou a décima sétima pessoa a pisar em Marte. E, provavelmente, será a primeira a morrer no planeta vermelho. Depois de uma forte tempestade de areia, a missão Ares 3 é abortada e a tripulação vai embora, certa de que Mark morreu em um terrível acidente. Ao despertar, ele se vê completamente sozinho, ferido e sem ter como avisar às pessoas na Terra que está vivo. E, mesmo que conseguisse se comunicar, seus mantimentos terminariam anos antes da chegada de um possível resgate. Ainda assim, Mark não está disposto a desistir. Munido de nada além de curiosidade e de suas habilidades de engenheiro e botânico e um senso de humor inabalável, ele embarca numa luta obstinada pela sobrevivência. Para isso, será o primeiro homem a plantar batatas em Marte e, usando uma genial mistura de cálculos e fita adesiva, vai elaborar um plano para entrar em contato com a Nasa e, quem sabe, sair vivo de lá. Com um forte embasamento científico real e moderno, Perdido em Marte é um suspense memorável e divertido, impulsionado por uma trama que não para de surpreender o leitor. 

Olá pessoal, tudo tranquilo? Como vão as coisas? Espero que tudo esteja indo bem. O carnaval já acabou faz um tempinho. E aquela pilha de livros diminuiu? HAHA... Também espero que sim. 

Bem, sou fanático por sci-fi. Adoro Asimov, Arthur C. Clarke, Robert A. Heinlein, entre outros, mas vou citar somente os três grandes da era de ouro da ficção cientifica para não ficar chato. Todo leitor de sci-fi sofre do mal de ter pouca coisa sendo escrita no gênero atualmente. Por isso lemos muitos livros das décadas de 50, 60, 70 e 80. 

O Andy Weir é engenheiro de softwares, adora assuntos como física relativística, mecânica orbital e a historia de voos espaciais tripulados, ou seja, ele é muito, muito, nerd. Perdido em Marte é o primeiro livro dele. Tinha lido algo respeito sobre a historia e resolvi arriscar. E que livro de estreia, com uma trama que tem elementos de sci-fi hard, survivor e bom humor.

Como vocês leram na sinopse acima, o protagonista fica preso em Marte, depois de uma missão fracassada, sem comunicação com a terra e com suprimentos finitos. Por ser um survivor, eu esperava mais drama e angustia no livro, mas pelo contrário, ele tem um humor divertidíssimo. Acredito que essa foi uma escolha acertada por parte do Andy Weir como contraponto a parte de sci-fi hard do livro, que conta com bastante explicações técnicas, o que poderia ficar pedante e monótono (no caso de quem não curte o gênero).

Li algumas criticas sobre o livro e elas diziam que essa parte bem humorada junto com a pouca exploração do drama vivido pelo Mark (pois ele está sozinho em marte, ninguém sabe que ele sobreviveu e com o deadline se aproximando) enfraquecem o livro, tendo a concordar com as críticas, mas tenho algumas ressalvas. Acho que ele escreveu um ótimo livro para iniciantes no gênero. Se eu fosse um cara chato diria: E eu com isso? Eu não sou iniciante. Mas também não sou chato e acho que ter mais pessoas lendo e discutindo sci-fi seria ótimo. O livro pode não ter essa profundidade, porém o resto compensa. Todo escritor tem que fazer escolhas (trama, densidade do texto, etc) e eu achei as do Andy Weir muito boas. 

O livro todo flui através dos diários de bordos do Mark que estão em primeira pessoa e são as melhores partes do livro. A outra parte do livro corre em terceira pessoa na Nasa que tenta entender o que aconteceu em Marte.

Sobre a capa: Gostei bastante de a arte evocar um astronauta em meio a uma tempestade de areia com tons alaranjados muito fortes. Ótima capa e bem chamativa. 

PS: Na orelha do livro diz que Ridley Scott vai filmar o livro com o Matt Damon como protagonista.

Sobre Marte: Outro livro para quem se interessou pelo planeta vermelho é Crônicas Marcianas do Ray Bradbury. É um dos meus preferidos. Leitura obrigatória de quem é fã do gênero. 

No mais, recomendo muito o Perdido em Marte. Devorei a minha edição. Até a próxima resenha.

top

19 comentários:

  1. Oi Rafael!
    Adorei sua primeira resenha! Não sou muito fã de sci-fi mas não ligo de ler, acho que é um bom gênero. Esse livro eu fiquei interessada desde que vi o lançamento.
    Acho bom o autor ter levado pra um lado mais bem humorado, acho que se focasse só no drama ia ser meio chato, já que a gente ta acompanhando um cara sozinho o espaço, imagima a depre que não ia ser? haha

    beijos
    http://pobreleitora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI,,, Obrigado. Ia ser muito deprê mesmo. Ri bastante com esse livro. Ele é bem dinâmico.

      Abraços

      Excluir
  2. Bom eu não leio muito livros do gênero.. confesso que leio mais, gosto mais de romance.. mas acho sempre bom conhecer outras coisas, diversificar.. em um outro blog vi uma outra resenha positiva desse livro.. e acredito que pelo menos eu vou achar melhor não ter tanto drama no livro.. eu entendo que o personagem se encontra numa situação complicada.. mas principalmente pra quem não é acostumado com o gênero o livro ser mais suave digamos assim.. instiga mais o leitor a procurar outras obras..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, espero que você dê uma chance ao livro haha

      Excluir
  3. Gosto muito do gênero, As Crônicas Marcianas é um dos meus livros favoritos assim como Marte também é meu planeta favorito rsrs. Estou querendo desesperadamente ler esse livro, ainda mais depois dessa resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você goste do livro. Tem uma trilogia escrita pelo Kim Stanley Robinson que também se passar em parte: Red Mars, Green Mars e Blue Mars. Ainda não li, mas pelo que soube a respeito, a história é muito boa. Pena que não tenha edição brasileira.

      Excluir
  4. Oi Rafael,

    Acho que nunca li nenhuma história que fosse ambientada em Marte..rsrs
    Até fiquei curiosa por esse livro, mas não sei se ele me agradaria.
    Costumo não gostar dessas partes que tem muitas explicações técnicas.

    bjs
    Tais
    http://www.leitorafashion.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thais, pois é, tenta então o Crônicas Marcianas. Ele não tem esse pegada de sci fi hard, é mais uma ficção fantastica.

      Abraços

      Excluir
  5. Oi Rafa :}

    Quando vi sobre o lançamento do livro não dei muita bola, pra te falar a verdade nem a sinopse havia lido! Esse toque de humor que o livro tem é o que chama atenção, li alguns quotes que mesmo estranhos são tentador.
    Se não me engano o livro será adaptado para o cinema, então irei esperar para ter uma idéia melhor da história!!

    Bj.
    Passeando com os livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, parece que o filme vai ser lançado no final do ano. Em novembro, eu acho. Também estou curioso quanto ao filme.

      Abraço

      Excluir
  6. Não sou fã do gênero e até preferência para as adaptações e fiquei louca pelo que vc postou, sobre uma adaptação com Matt Damon.
    Saber que o livro é focado no humor é uma ótima notícia... imagina que chata se fosse um drama do começo ao fim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi.. Se fosse um drama do inicio ao fim, ainda poderia ser um ótimo livro, mas aí eu não indicaria pra quem quer começar a ler sci-fi. Estou curioso pelo filme. Provavelmente, vou resenhar muito sci-fi por aqui (=D). Quem sabe você não encontra algum interessante.

      Abraços

      Excluir
  7. Apesar de me interessar bastante pelo gênero sci-fi, li pouquíssimos livros do gênero. Ao ler essa sinopse, já me interessei. Confesso que essa parte do cara ficar preso em Marte é bem aflitiva pra mim, mas, pelo livro não ter essa pegada dramática, acho que vale a pena dar uma conferida nele.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale sim. Coloca uns livros de sci-fi aí nessa tua lista de leitura haha.

      Excluir
  8. Oi, Rafael.
    Eu queria ter curtido meu feriado do carnaval e lido bastante, mas tive que estudar loucamente, pois tive provas logo em seguida (e arrasei nelas, diga-se de passagem, rs). Adoro sci-fi e, realmente, nós vivemos em uma escassez de obras do gênero. Eu já tinha visto alguns comentários sobre esse livro, mas essa é a primeira resenha que leio e adorei. Já vai para a lista!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz parte da vida estudar nos feriados. Ah, parabéns pelo resultado nas provas. Quando você lê-lo, volta aqui e me diz se gostou, blz?

      Abraço.

      Excluir
  9. Sempre vejo a capa desse livro nas redes sociais, mas não li muito a respeito do que se tratava (mas o nome do livro diz, basicamente do que se trata, né? haha)
    Adorei saber sobre o autor, e sua resenha está ótima. Me fez ficar com vontade de ler o livro. Achei legal o personagem ser mais divertido - apesar da situação não-divertida em que ele se encontra. Creio que se o livro fosse inteiramente carregado no drama, eu leria já esperando uma história massiva e que custaria horas para ler T_T
    Assim que eu puder, vou lê-lo. Obrigada pela dica :)
    Kissus
    www.penseicliquei.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, obrigado. Acho que você vai curtir a leitura. Eu adorei, devorei em poucos dias e olha que o meu tempo está corrido.

      abraço

      Excluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails